As opiniões de um consumidor para outro consumidor

Conserto de celular: será que vale a pena ou é melhor comprar um novo?

Conserto de celular quando vale a pena arrumar seu smartphone

conserto de celular mulher segurando celular

Xi, quebrou. E agora? Será mesmo que o conserto de celular vale a pena ou é melhor comprar um novo?

 

Se a sua dúvida é apenas essa, podemos responder dizendo que depende da situação.

 

Afinal, cada caso é um caso e exige uma averiguação adequada para decidir qual a melhor opção a ser seguida.

Até porque nem adianta mais dizer que você vai comprar um smartphone para passar muito tempo com ele.

Quando lança um modelo mais atual, a intenção dos consumidores já é fazer logo a troca. Mas, será mesmo que você precisa de um novo smartphone ou consertando o seu resolve o problema?

É isso que vamos ver ao longo deste artigo. Abaixo você vai conferir algumas dicas para saber se vale mesmo a pena consertar o celular ou comprar um novo.

Prossiga para obter mais informações e boa leitura!

Asus-ZenFone-5-mobitecno-conserto de celular mulher segurando celular
 

Conserto de celular vale a pena mesmo?

Se você é daqueles que o seu celular não pode ter um risco novo que você quer manda-lo para o conserto, pare um pouco e reflita. Será que vale mesmo a pena mandar o celular para o conserto sempre que ele apresentar algum probleminha?

A realidade é que muitos consumidores não podem ver o celular com um mínimo defeito que já querem consertar.

Porém, muitas vezes, o problema é tão pequeno que não compensa. Então, a pergunta que fazemos para você é:

Dá para continuar usando o celular mesmo com o problema que ele apresentou?

Se a resposta for sim, não mande para o conserto. Se a resposta for não, aí devemos seguir com as outras orientações. Em primeiro lugar, você deve procurar um local especializado no conserto de smartphones.

Faça uma análise e descubra por quanto sairia consertar o aparelho. Se o preço for quase o preço de comprar um novo, não compensa fazer o conserto do celular. Mas, se o valor for baratinho, aí cabe a você decidir qual a melhor opção para o seu bolso.

Como saber se vale mesmo a pena ou não?

É bem simples fazer o cálculo para saber se o conserto de celular vale a pena mesmo ou pode esperar. Caso o custo do conserto for um valor de até 30% do preço pago pelo celular, o conserto de celular vale a pena. Caso seja maior, não.

Mas não é apenas isso. Existem outros pontos que também merecem atenção antes de averiguar se o conserto de celular vale a pena ou não.

Um deles é a idade do aparelho. Se o seu celular for muito antigo, certamente, haverá menos peças de reposição.

Por conta disso, provavelmente, o conserto do seu celular será realizado com peças usadas.

E certamente, essa não é uma boa escolha. Afinal, corre o risco de o aparelho quebrar com poucos meses novamente.

Verifique também questões relacionadas ao tempo de uso do aparelho

conserto de celular xiaomi
 

Outro ponto que também merece atenção, é o tempo de uso do aparelho. Preste atenção: aqui não estamos nos referindo a idade do celular.

Afinal, o celular pode ser novo e está bem usado.

O que estamos falando é sobre a vida útil do aparelho, no que diz respeito a bateria. Faça a seguinte análise antes de verificar se vale a pena comprar um novo ou é melhor consertá-lo:

Meu celular ainda aguenta um dia todo carregado ou ele mais parece um aparelho fixo de tanto que fica na tomada?

Se a sua resposta for que a vida útil da bateria não está tão boa, pode ser o caso de pensar na troca por um aparelho melhor.

Se você já estava planejando fazer a troca, então não vale a pena o conserto.

Em suma, dependendo do tipo de celular, o conserto do aparelho pode acabar causando mais danos.

Por isso, essa análise precisa ser feita com atenção para que você não fique com prejuízos futuros.

 

Espero que você tenha entendido quando o conserto de celular vale a pena ou não. Agora é com você!

Analise todos esses pontos antes de tomar uma decisão. Assim, você tem chances maiores de economizar.

você pode gostar também

Deixe uma resposta