As opiniões de um consumidor para outro consumidor

Uber atinge mais de 10 mil km de ruas mapeadas no Brasil

Uber já esta inovando no Brasil

uber-carro-mapeamento

Uber realiza projeto de mapeamento de ruas e estradas brasileiras com o objetivo de oferecer mais precisão em sua plataforma

Em cada viagem bem sucedida com a Uber há uma tecnologia que muitos já consideram como algo corriqueiro: os mapas. Mas é justamente essa tecnologia dos mapas móveis e do GPS que permite que a Uber conecte o usuário com o motorista parceiro disponível mais próximo, encontre a rota mais rápida e forneça um HEC (horário estimado de chegada) preciso.

 

No início de outubro foi iniciado o mapeamento da Uber no Brasil, começando pela cidade de São Paulo e em seguida o Rio de Janeiro. No total, já foram mapeados mais de 10 mil km de vias em São Paulo e 4 mil km no Rio.

 

O trabalho consiste em uma combinação de tecnologias de mapeamento (incluindo o seu próprio mapeamento) para fornecer a infraestrutura adequada para os aplicativos da Uber.

 

uber-logo-anuncio

“Mapas precisos são o coração do nosso serviço e a espinha dorsal do nosso negócio.
Na verdade, a Uber não existiria se os mapas digitais não tivessem sido criados primeiro”, afirma Saulo Passos, diretor de comunicação da Uber América Latina.
Nos próximos meses, a empresa planeja expandir o projeto para outras cidades brasileiras.

 

Essa iniciativa é fundamental para a Uber porque a experiência do usuário com a plataforma baseia-se principalmente em informações fornecidas pelos mapas: quando ele insere o local em que quer esperar pelo carro e qual será seu destino ou quando ele diz onde quer que seu pedido de UberEATS seja entregue, por exemplo.

Da mesma forma, é com base nas informações dos mapas e GPS que o algoritmo HEC, local e horário exatos onde os usuários devem esperar pelo motorista ou pelo seu pedido de comida.

 

uber-select

Os mapas já existentes são um bom ponto de partida, mas algumas informações não são relevantes para a empresa, como a topografia oceânica, por exemplo.
Segundo Saulo, “há dados sobre os quais precisamos saber muito mais, como padrões de tráfego e locais precisos para embarque e desembarque.
Precisamos também ser capazes de proporcionar uma experiência perfeita aos usuários em partes do mundo onde não há mapas detalhados ou nem mesmo sinais de rua”.

 

O mapeamento é realizado por veículos equipados com dispositivos de alta tecnologia, como receptores, radares a laser e câmeras de alta precisão conduzidos por uma equipe específica da empresa.

 

Com o mapeamento, o Brasil soma-se a outros países em que o projeto de mapeamento já foi concluído ou está em vigor, como Estados Unidos, México, Canadá, Reino Unido, África do Sul e Austrália.
Para acompanhar as próximas cidades, visite uber.com/mapping.

Uber atinge mais de 10 mil km de ruas mapeadas no Brasil 1

você pode gostar também

Deixe uma resposta