Xbox series S vale a pena s scaled

O Xbox series S é o console de entrada da nova geração de videogames, com uma configuração mais enxuta tanto no processamento quanto no armazenamento reduz os custos finais para o consumidor.

Conteúdo

Xbox series S vale a pena? Confira a opinião de um gamer sobre o novo console de entrada da nova geração de videogames

E então vale a pena comprar o Xbox series s?

Depois de duas semanas de testes com o Series S, irei avisar de antemão que emitirei minha opinião após testar diversos jogos, dos mais variados gêneros e confira se comprar o Xbox series S vale a pena.

Vamos lá, o que eu gostei:

1- A velocidade do console é realmente muito rápida, muito diferente do One que eu tinha, loadings, transições entre as abas e jogos, tudo foi melhorado. O Quick resume é muito bom e útil, apesar que atualmente funciona em poucos jogos, o SSD que acopla esse console é ótimo.
2- Portabilidade, como moro em duas casas, o tamanho e compatibilidade desse console irão me ajudar demais, ele é muito pequeno e fácil de ser carregado.

 

Compre o XBOX SERIES S aqui em oferta 

 

3- O áudio do console é ótimo, não sei se foi melhorado em relação ao One, mas sinto uma grande diferença ao jogar no Xbox quando comparado as outras plataformas, uso o Dolby Atmos com um Turtle Beach XO Force (fone relativamente simples, estéreo), mas a qualidade é ótima.
4- A retrocompatibilidade com o 360, disparado o que mais gostei, todos os jogos que testei ficaram muito melhores quando comparados ao 360/One/ One X, dentre eles testei o Gears 3, Forza Horizon 1, Red Dead Redemption 1, GTA IV (ele possui a taxa de quadros desbloqueada, então fica a todo momento aos 60 frames, adorei).
A Microsoft fez um trabalho primoroso ao adotar o 1440p + auto HDR nesses jogos, merece total aplausos.
5- Alguns jogos otimizados, vou explicar porque apenas alguns mais pra frente, porém destaco o Ori and The Will of the Wisps, jogava no One Fat e a resolução me incomodava demais, fora as quedas constantes na taxa de quadros, coisa que passa longe aqui, já que ele tem a opção 4k60 ou 1080p120.

O que eu não gostei:

1- Retrocompatibilidade com o One. A Microsoft resolveu colocar a retro do One S, ao invés do One X, a princípio achei estranho, mas compreensível, já que o foco do console não é o 4k e todo o bla bla bla que já conhecemos. Acreditei que já que iriam utilizar a retro do S, eles iriam no mínimo adotar o padrão 1080p nos jogos ( como adotaram o 1440p nos de 360), mas não, não houve uma melhoria sequer no quesito resolução, a única vantagem em que esse console leva sobre o One S é na taxa de quadros (os jogos rodam mais estáveis, a maioria a 30 quadros fixos), porém como o One S possui o pior hardware quando comparado aos outros consoles da geração passada, ele utiliza praticamente 900p na maioria dos jogos (resolução pífia prós padrões atuais), jogos como Red Dead Redemption 2, Star Wars Jedi Fallen Order, BF5 etc. Continuam com o “borrão” da geração passada, jogos que possuem os FPS desbloqueados na versão Xbox One X, ex: Sekiro, não usufrui disso nesse console, travados a trinta.
Foi uma das decisões mais toscas que já vi na vida, porque a Microsoft já possui as melhores versões prontas, era muito mais lógico pegar essas versões, adaptando a resolução 1080p-1440p (já que esse é o alvo do console), do que ficar dependendo de patch de desenvolvedores (que dificilmente irão lançar); não estou dizendo que é fácil, requer trabalho dos programados, mas estamos falando da Microsoft, uma das gigantes da tecnologia. Isso foi disparado o que menos gostei.
2- Os jogos otimizados. Vamos lá, no marketing utilizado promoveram que o console rodaria a 1440p/1080p, variando entre o modo resolução/performance, até ai tudo bem.
Porém, os principais jogos proprietários da marca não conseguem isso. Exemplos: Gears 5 de 2019, alcança os 120 frames, mas apenas no modo 2×2, na campanha utiliza resolução dinâmica para manter a taxa de quadros. Forza Horizon 4 de 2018, o jogo já era bonito, continuou e melhorou por conta dos 60 frames, porém ainda utiliza os 1080p como resolução, como um jogo melhorado de 2 anos atrás não alcança os 1440p 60? Sendo um jogo não tão pesado, tenho amigos que possuem placas relativamente simples pra atualidade, que rodam esse jogo no ultra a mais de 60 quadros com facilidade.
Fora que persiste o problema das gramas irem renderizando na tela se o carro estiver em alta velocidade (coisa não tão difícil em um jogo de corrida).
2.1- Dirt 5, Watch Dogs Legion e AC Valhalla. Jogos crossgen, mas que tem como foco a nova geração. Admito que não joguei (não compro mais jogos da ubisoft, questões pessoais). Vi as análises da DF sobre esses jogos, os 3 utilizam resolução dinâmica no modo performance, chegando a resolução 600p, muito longe dos 1080p prometidos. Agora como a Microsoft quer que confiemos nesse console se nos jogos de início de geração ele já está sofrendo?
Imaginem daqui a 5 anos… 600p está longe de ser o aceitável, estamos em 2020, não em 2010. “Ah, mas a culpa são dos desenvolvedores preguiçosos”.
Certo, mas serão eles que irão fazer os jogos, querendo ou não dependemos deles.
3- A transição de geração. O controle é o mesmo, sem novidades, a dashboard é a mesma, os jogos são os mesmos. Eu já sabia disso antes da compra, mas desde o momento que liguei o console, não tive aquele sentimento ao trocar de geração, isso porque acompanhei 3 gerações e essa foi a mais estranha de todas.

Não me incomodou:

1- O armazenamento, muitos o consideram o maior problema do console, não chegou a me incomodar porque possuo dois HDs externos de 1tb cada, e a copia entre os HDs é muito rápida, super aceitável. Então acredito que todos que irão comprar esse console deverão saber de antemão que o uso de um HD será praticamente obrigatório.
2- A falta de exclusivos. Não me incomodou muito porque tenho bastantes jogos no backlog, mas entendo completamente essa reclamação. Foi a primeira vez que vi um console ser lançado sem jogos proprietários.
Pré venda Xbox series X e S começaram

Considerações finais sobre se o Xbox series S vale a pena:

É complicado falar se vale ou não a pena esse console, pra mim se eu só fosse tê-lo durante a geração, não valeria a pena, porque eu nunca vi um console rodar os jogos de forma pior que seu antecessor (One X), os jogos da atual geração já estão apresentando problemas, imagino a longo prazo. Quando comparado aos outros consoles premium, esse console não dá sensação alguma de nova geração, tanto o SX quanto o PS5, até mesmo o One X (por enquanto), causam uma sensação premium que esse console foge.

Xbox series S vale a pena ? Só recomendaria mesmo para esses públicos alvos:

1- Você não é por dentro do mundo dos jogos, só joga ocasionalmente, sem muitas pretensões.
2- Você não possui nenhum console e quer muito jogar, a curto prazo é uma ótima aquisição.
3- Você quer jogar e em nenhuma hipótese conseguirá o dinheiro do SX.
Por fim, se você possui um One X, ou quer realmente uma nova geração, esse console não vale a pena.
Ele é praticamente o que o One S deveria ter sido, jogos com uma taxa de quadros aceitável, sem aquelas quedas chatas que ocorrem no One. Aproveite que não há jogos apenas next gen, junte o seu suado dinheiro e pegue logo o produto premium, mesmo que haja uma diferença considerável.
A longo prazo evitará dores de cabeça, e você ganhará em todos os aspectos, tudo que falei de ruim será anulado.
Quanto a polêmica One X vs SS, não queria acreditar kkkk, mas hoje pra quem possui o One X não vale a pena a troca. Já se for pra comprar um dos dois hoje, o SS é uma melhor opção, pela durabilidade e confiança do lançamento dos jogos, já que o One tem prazo de validade.
Deixo abaixo algumas capturas feitas, espero que gostem.
Xbox series S vale a pena ori Xbox series S vale a pena barco
Xbox series S vale a pena red

Essa opinião foi escrita pelo gamer Erick Felipe e com certeza irá te ajudar a definir sua compra do console Xbox series S.